Matérias Recentes

Por Mateus Manzini

 

O verão vai ficando mais intenso, e as provas de ciclismo não dão clemência para os atletas. Quanto mais quente, mais possibilidade de desidratação e insolação, e isso não é uma realidade que os ciclistas devam querer a si próprios. Mas o que fazer pra conseguir se adaptar a situações climáticas em que predomina o calor estafante? Veja algumas dicas abaixo.

- Após treino em condições normais, ficar com o corpo imerso em água a 40°C durante 40min.

- Num período que anteceda a prova em 10 a 14 dias, realizar sessões de treino com exposição ao calor e umidade semelhantes ao local e data onde será a prova, em baixa intensidade, e com aumento gradual de tempo de exercício (pode-se partir de 20min, por exemplo, indo até 1h).

- Controle a cor e volume de sua urina. Se estiver muito escura e em pouca quantidade, é quase certo que você sofrerá dos males da desidratação.

Referências Bibliográficas

SPARLING, Phillip B. Heat acclimatization: preparing athletes to compete in hot environments. International SportMed Journal, v. 1, n. 2, 2000.

ZURAWLEW, Michael J. et al. Post‐exercise hot water immersion induces heat acclimation and improves endurance exercise performance in the heat. Scandinavian journal of medicine & science in sports, v. 26, n. 7, p. 745-754, 2016.